Soul Rap’s enfrenta os dragões e grava demo de lançamento

Seguindo a linha de trabalhos com o cunho cultural e social, o grupo Soul Rap’s surge com o objetivo de ir além da música

A cena do hip hop conquistense já lançou diversos músicos “de responsa”. Das várias vertentes exploradas por esses artistas, podemos destacar trabalhos como o do grupo Complexo Ragga, responsável por reunir um público fiel nas festas de ragga na cidade, do grupo Ouverso, que possui um trabalho audiovisual incrível e do MC Cangaço Negro, que explora a essência poética do rap e do repente. Não podemos deixar de citar o trabalho cultural e social das meninas do U-Elo, que reafirma a natureza e a importância do movimento na cidade, enquanto instrumento de luta e  emancipação social.

Seguindo a linha de trabalhos com o cunho cultural e social, o grupo Soul Rap’s surge com o objetivo de ir além da música. Os MCs Miro e Bit Macário, se juntaram aos DJs Guerrero e Lucas e juntos estão tocando a nova proposta, que também conta com a participação de Deborah Santana do Deluvi.

Miro e Bit, ambos paulistas, se conheceram em Vitória da Conquista e logo fizeram parcerias. Miro é vencedor da edição de 2013 do concurso 3º Round – Circuito de Rima Improvisada, batalha de rimas organizada pelo coletivo cultural Boom Clap e Ugangue, de Salvador (BA).

Os MC’s construíram, em 2014, um projeto  em escolas públicas da cidade, no qual ministravam oficinas de música, poesia, rima e interpretação de texto. Os frutos deste trabalho logo apareceram, com o destaque de meninos de um colégio localizado no bairro Nossa Senhora Aparecida no Festival Anual da Canção Estudantil (FACE), promovido pelo governo do estado. O projeto estava inserido no Mais Educação, que logo após ser encerrado, não pôde continuar por falta de apoio.

O Soul Rap’s agora está em processo de gravação da demo “Enfrentando Dragões”, que fará parte da mixtape promocional do grupo. A musicalidade vai além das batidas marcantes do rap, chamando atenção para as mensagens passadas através de sua letra. Segundo Miro MC, a gravação é totalmente independente e conta com a ajuda de amigos.

Ouça “Enfrentando Dragões”: