Parada LGBT será realizada pela primeira vez no Bairro Brasil

Concentração será às 13h do dia 19 de novembro na Praça Nossa Senhora dos Verdes

Por PMVC

Em 2017, Vitória da Conquista chega à 7ª edição da Parada do Orgulho de Ser LGBT, que, desta vez, traz o tema “A luta contra a LGBTfobia é sim a luta pela vida”. A concentração do evento está agendada para o domingo, 19, às 13h, na Praça Nossa Senhora dos Verdes, situada no bairro Brasil.

A escolha da praça atende a uma reivindicação dos movimentos sociais para que o evento ocorresse na zona oeste da cidade. Dali, os participantes seguem pelas avenidas Alagoas, Frei Benjamin e Brumado, até chegar ao Centro Glauber Rocha – Educação e Cultura, onde serão montadas apresentações culturais.

_DSC0056

Foto: Rafael Flores

A parada será o momento mais festivo da celebração. Mas, antes disso, será promovido o Seminário “Orgulho de Ser LGBT”, cujos dois dias de duração serão destinados a discussões sobre as conquistas dos movimentos sociais com relação a direitos humanos, saúde, segurança, cultura, acesso à educação e ao mercado de trabalho pela população LGBT. “São as conquistas sociais feitas tanto em nível de município quanto de estado e de Brasil”, registra José Mário Barbosa, coordenador municipal de Políticas de Promoção da Cidadania de Direitos LGBT.

A abertura do seminário será no dia 17, às 19h, na Casa Memorial Régis Pacheco. Depois do credenciamento, haverá palestra sobre o tema “Cultura, religiosidade de matriz africana”, ministrada por Wemerson Silva.

O seminário continua ao longo do dia 18, também na Casa Memorial Régis Pacheco, a partir das 8h. Durante a manhã, haverá palestra da professora Luciana Santos, da Uesb, sobre o tema “Políticas Trans”. Depois do intervalo para o almoço, a tarde será reservada a outras duas palestras: a primeira, sobre “Mulher na sociedade atual”, com a professora Maria Vitória (também coordenadora do Núcleo de Práticas Jurídicas da FTC); a segunda, tratando de “Práticas jurídicas e movimentos sociais”, a cargo de Heloísa Cunha (advogada e presidente da Comissão da Diversidade da subseção local da OAB).

“É importante salientar que, para a comunidade de Vitória da Conquista, é um ganho muito importante, uma vez que nós somos a terceira coordenação do estado da Bahia. E estamos aí abertos para as discussões”, analisa Barbosa, destacando que tanto o seminário quanto a parada são eventos abertos à participação da comunidade em geral.