O grande espetáculo da XCania está de volta

A festa volta depois de uma “greve” de um ano e meio

Após um ano e quatro meses, a XCania volta a ser realizada. A festa é um dos empreendimentos culturais mais bem sucedidos da cidade dos últimos anos, reunindo cerca de mil pessoas em cada uma de suas últimas edições.

Produzida por uma equipe de mulheres LGBT, a XCania carrega a visibilidade lésbica como norte e consegue atingir um público diverso. O nome, para quem ainda não sacou, é uma brincadeira com a marca de caminhões Scania.

O caminhão da XCania já estacionou em locais como Underground Pub,  Clube Assefaz e Espaço Cajaíba (onde ficou por mais tempo). Nesta sexta-feira (08), é hora de abastecer no Espaço Girassol.

“O espaço fica perto da Uesb e é um lugar delicioso. Haverão vans saindo do centro até o local por um valor de 5 reais por pessoa”, conta uma das produtoras Maieeh Souza

Pedro e Bino (DJ’s residentes da XCania)

Serão sete horas seguidas de música, contando com as discotecagens de Pedro e Bino (residentes da festa), Megera Funky, Lore Nagasaki, Loro Vudu e @bablonia vs Monikamikaze (São Paulo).

Pela primeira vez o open bar também não terá interrupções. Nas outras edições, haviam rodadas controladas de bebida gratuita – alternando entre catuaba, vinhos e os famosos “sucos gummy”. Dessa vez o cardápio oferece cerveja e vinho.

Os temas de cada edição já são marca registrada da XCania, já rolou: “Pepecas Molhas”, “A ressaca da pepeca carnavalesca”, “O Beco Ordinário”, “Bem Vindas ao Vale”, etc. Desta vez, “O Grande Espetáculo” é a deixa.

“Estamos trazendo um conceito lúdico que brinca com elementos circenses dentro da cultura pop”, afirma Maieeh.

Maieeh lembra que a classificação do evento é de 16 anos. “Os menores de 18 só podem entrar mediante apresentação de um documento de autorização assinado e autenticado pelos pais”, acrescenta.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *