Marcia Tiburi, Elisa Lucinda, Ana de Holanda e Chico César na Fligê

Feira Literária de Mucugê chega a sua terceira edição e traz nomes de peso da literatura nacional

A Feira Literária de Mucugê já foi firmada no calendário cultural da Bahia, é o que prova a realização da sua terceira edição.

Com o tema “Literatura e resistência: a vida nos rastros da palavra”, a cidade de 10 mil habitantes na Chapada Diamantina torna-se centro literário entre os dias 16 e 19 de agosto.

“Esse tema vem para discutir a palavra e a palavra ela é feminina, é música, é poesia. A palavra resiste a tudo, porque palavra é, sobretudo, memória”, resumiu a coordenadora pedagógica Lana Sheila.

E a presença feminina vem forte na programação deste ano. Entre os nomes mais famosos estão o da filósofa Marcia Tiburi, da poetisa Elisa Lucinda, da ex-ministra Ana de Holanda e a sua irmã Ana Heloísa de Hollanda, escritora e pesquisadora que será responsável pela conferência de abertura.

No entanto também há nomes chamativos entre os homens, como o do deputado federal e jornalista Jean Wyllys (PSOL) e do cantor e compositor Chico César.

A feira é realizada pelo Coletivo Lavra e fruto de emendas parlamentares dos deputados federais Waldenor Pereira (PT) e Jean Wyllys por meio do Ministério da Cultura, do Governo do Estado da Bahia e de parceiros locais do município de Mucugê.

Deputados Federais Waldenor Pereira (PT) e Jean Wyllys (PSOL)

Para o deputado federal Waldenor Pereira, “a expectativa é que nesta terceira feira ela se consolide como uma das mais importantes feiras culturais da Bahia. Já em face da sua consolidação e do seu reconhecimento, a organização tem recebido várias propostas de escritores com interesse em participar da programação, o que tem sido um desafio”.