“Livusia”: Achiles e Balaio lançam videoclipe inspirado na Tragédia do Tamanduá

Clipe é parte do projeto Retiros Autorais na Tela, que conta com produção da Crise Coletiva

Livusia: fantasma, assombração. O termo, originariamente usado por nordestinos, dá nome à canção de Balaio, gravada em parceria com Achiles, que ganhou um videoclipe com direção de L.H. Girarde e roteiro de Matheus Pinho, lançado na noite de ontem (08), no Espaço Manifesto em Vitória da Conquista.

O produto é parte do projeto Retiros Autorais na Tela, que depois de diversas edições no Teatro Carlos Jehovah em Conquista, proporcionando encontros entre Achiles e outros cantores e compositores como Márcia Castro, Marcos Marinho, Marx Eduardo, Ana Barroso, Roberto Mendes, João Mendes e Hélio Flanders, segue para um formato em audiovisual.

Para isto, Achiles conta com o apoio do Crise Coletiva, coletivo de audiovisual conquistense, que a cada programa terá o desafio de desenvolver um videoclipe de uma música inédita, escrita durante o processo, em parceria com o convidado.

Balaio e Achiles em lançamento de “Livusia”, no Espaço Manifesto. Foto: Rafael Flores

O diretor L.H. Girarde explica que o Retiros Autorais na Tela tem o formato de programa de televisão e leva em consideração o panorama da produção musical e audiovisual no interior da Bahia, onde as políticas culturais são mais difíceis. “No programa vão ter todas estas questões das dificuldades, vai ter treta da gente brigando, vai ter como a gente resolve os problemas, além de todo o processo de produção. A ideia é juntar todo mundo em crise para construir essa obra, que tem como objetivo impactar. O lugar do artista transformar, além da militância, é na própria arte também, onde podemos mandar a nossa mensagem”, explica.

De acordo com o roteirista Matheus Pinho, a proposta foi “dar uma nova roupagem para o Retiros Autorais, mantendo algumas características do que foi o seu momento original”. “A gente conheceu a música já na ideia de fazer o clipe. Recebemos um desafio deles que foi usar um cavalo na produção, além da referência à Tragédia do Tamanduá [conflito entre duas famílias em Belo Campo, que resultou no assassinato de mais de 20 pessoas]. A construção do roteiro foi pensar inicialmente de onde vem a palavra ‘Livusia’, que está em sua origem na zona rural, e daí pensar numa produção dramática observando qual o lugar que estas pessoas vivem, ainda de subserviência e exploração”, explica.

Em seu projeto piloto, o cantor e compositor maracaense convidou Balaio, artista conquistense, que transita entre seu trabalho solo e a banda de “caatincore” Dona Iracema, ambos autorais. “A minha parceria com Balaio foi super espontânea, começamos a desenvolver um primeiro contato no Caravana da Música, ano passado, quando o convidei para participar do meu show depois de ver ‘Terra de Barro’, single que ele havia lançado na época”, conta Achiles. “Quando surgiu a ideia de convidar alguém para fazer o programa piloto, ele foi a primeira pessoa que veio em mente pela qualidade do seu trabalho e das suas canções. Balaio tem uma força enorme e provoca em mim a realização de coisas que talvez eu não fizesse sozinho, eu gosto de estar junto de pessoas que potencializam o meu poder de criação”.

Achiles aprovou o clipe, que já está disponível no YouTube. “Gostei muito do produto final, minha grande empolgação foi reconhecer que o material é contemporâneo ao momento político que a gente vive. ‘Livusia’ foi oportuno para potencializar o debate das coisas que estão em pauta recentemente”, conclui.

Assista:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *