Jequié: CAIM apresenta “Conversas sobre o frio e o tempo” neste sábado, 21

Duo percorre as estradas baianas apresentando as músicas inéditas que refletem que farão parte de novo EP

Foto: André Caldas

A turnê “Conversas sobre o frio e o tempo”, do duo CAIM, chega à cidade sol neste sábado, 21, às 20h, no Centro de Cultura ACM. O show, que já passou por Salvador e Vitória da Conquista, marca o retorno de Achiles e Marcos Marinho aos palcos após um hiato de três anos, período em que se dedicaram a projetos autorais na carreira solo.

Em voz e violão, formato que deu origem ao CAIM anos atrás, os artistas propõem uma experiência musical que reúne densidade emocional, diálogos harmônicos e melódicos e a imperatividade do tempo na costura das relações interpessoais.

“É uma responsabilidade muito grande tocar para pessoas que conhecem nossos códigos, as fontes das nossas músicas”, conta Marcos Marinho. “A gente acessa a cultura do interior da Bahia de um ponto de vista muito especial. Temos legitimidade pra fazer a música que a gente faz por conta da cultura que a gente teve acesso ao longo da nossa vida”, diz o músico.

O duo percorre as estradas baianas apresentando uma sequência de músicas inéditas que refletem o atual momento dos compositores. É também uma oportunidade do público de Jequié conhecer as canções que estarão presentes no próximo EP do projeto, que será lançado em breve nas plataformas digitais.

Os ingressos antecipados para o show podem ser adquiridos por meio do site Sympla, com valores entre R$20,00 (inteira) e R$10,00 (meia).

CAIM

CAIM é a síntese da parceria entre os artistas baianos Achiles e Marcos Marinho. Achiles é natural de Maracás e Marcos de Itabuna. Os músicos se conheceram na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), em Vitória da Conquista, onde cursaram Direito, e, juntos, criaram o projeto.

No ano de 2014 lançaram o disco “Ciência, Arte, Ideologia e Música”. Bem recebido pelo público, o trabalho autoral foi eleito pelo site ‘Melhores Discos de Música Brasileira’ como o 26º melhor álbum de 2014 e a música “O Quartinho” ficou na 9ª posição entre as melhores músicas do ano.

Neste mesmo ano, a canção “Disfarce” foi indicada ao Prêmio Caymmi de Música na categoria Melhor Música e Achiles foi indicado na subcategoria de Melhor Intérprete vocal, pela mesma canção.

A musicalidade do CAIM expressa a diversidade de influências, identidades e propósitos dos artistas e representa a convergência das suas experiências individuais e comuns.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *