Docentes da Uesb deflagram greve por tempo indeterminado

Decisão foi tomada em assembleia na tarde desta terça-feira (22)

Com informações da Adusb

Professoras e professores da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) decidiram, na tarde dessa terça-feira (22), entrar em greve por tempo indeterminado. A categoria é contra a PEC 55 (antiga 241), congelamento de salários e a MP 746 (reforma do ensino médio). Em respeito aos prazos legais, a suspensão de atividades começará no dia 28 de novembro.

O comando de greve também foi aprovado em assembleia e será instalado no dia 24 de novembro, às 9h, no campus de Vitória da Conquista. Na oportunidade, serão discutidas as comissões e as atividades docentes que serão mantidas durante o movimento paredista.

O movimento faz parte da articulação nacional do Andes-SN, do qual a Associação de Docentes da Uesb (Adusb) é sessão sindical. As associações docentes que compõem os setores das instituições de ensino superior das federais, estaduais e municipais indicaram a deflagração da greve em todo país.

A Uesb segue ocupada por estudantes há cerca de 1 mês. O movimento protesta contra a PEC 55, Reforma do Ensino Médio, Escola Sem Partido, alinhados com o movimento que acontece a nível nacional em mais de 200 universidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *