Conquistenses vão às ruas contra “liminar da cura gay”

Ato acontece na manhã da próxima sexta-feira, 22, um ato contra a liminar que busca regularizar o uso de terapias de “reversão sexual”

Na última segunda-feira, 18, o juiz federal Waldemar Cláudio de Carvalho, concedeu liminar que torna legal que psicólogos ofereçam pseudoterapias de reversão sexual, popularmente chamadas de cura gay. O pedido foi feito pela psicóloga Rozangela Alves Justino em processo aberto contra o Conselho Federal de Psicologia, que aplicou uma censura à profissional por oferecer a terapia aos seus pacientes.

A terapia que promete a reversão sexual é proibida pelo colegiado desde 1999. Rozangela é auxiliar do gabinete do deputado Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ), pastor e ligado a Silas Malafaia. A decisão causou indignação entre a população LGBTT e de defensores dos direitos humanos em todo o país.

Em Vitória da Conquista a revolta contra o entendimento do juiz será colocada em pauta nas ruas. Será promovido na manhã desta sexta-feira, 22, um ato pela revogação da liminar. A manifestação intitulada “Frente Conquistense contra a liminar da Cura Gay” terá início às 9h, na praça 9 de Novembro.

Durante a concentração do movimento irão acontecer intervenções artísticas como música, dança e teatro, além de diálogos com profissionais atuantes em diferentes áreas na comunidade. A partir das 11h, os manifestantes darão início à caminhada nas ruas.