Central de Interpretação de Libras realiza curso voltado para cegos

Curso tem o propósito de promover a interação entre surdos e cegos utilizando uma linguagem comum

Com informações da PMVC

A Central de Interpretação de Libras (CIL) em parceria com a Associação Conquistense de Integração do Deficiente (Acide), realiza um curso de Língua Brasileira de Sinais (Libras) exclusivo para o público cego. O propósito é promover a interação entre surdos e cegos utilizando uma linguagem comum.

A gerente da Central de Interpretação de Libras, Jaqueline França, contou que a ideia do curso surgiu a partir da dificuldade de comunicação dos alunos surdos atendidos pela associação. “A Acide, ao notar o problema da falta de comunicação com os surdos, nos acionou e foi daí que surgiu a necessidade de fazer esse curso”, comentou. “Libras, mesmo ensinada para um público cego, não deixa de ser uma língua. Existe a forma tátil que ensinamos aqui. Ela é feita através do contato com as mãos”, explicou.

Ela ainda relata que o resultado, apesar de ser satisfatório, encontra o desafio em encontrar material específico, pois a modalidade ainda é pouco difundida no Brasil. “Nós capacitamos aqui pessoas para poderem identificar as necessidades dos surdos e encaminhá-los ao lugar correto de atendimento. Pensamos em expandir e ampliar o ensino de Libras, principalmente em disponibilizá-lo para escolas, com a preparação de professores”, complementou a gerente.

Uma das alunas do curso, Ildes Cunha, conta que sempre sonhou em fazer um curso de Libras. “Para mim é importante, pois eu já fui ajudada por surdos e eu fiquei meio perdida em saber como ajudar. O curso é muito importante para eu me comunicar com essas pessoas”, declara Ildes.

De acordo com a Prefeitura, em breve novas vagas deverão ser disponibilizadas pela Secretaria Municipal de Educação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *