Câmara de Vereadores discute falta de transporte escolar nesta terça (23)

Muitos alunos da zona rural ainda não iniciaram o ano letivo por conta da ausência de transporte escolar

Solicitada pela Bancada de Oposição, a Câmara Municipal de Vitória da Conquista realizará, nesta terça-feira (27), uma audiência pública sobre o Transporte Escolar Municipal . A discussão acontecerá no Plenário Carmen Lúcia, a partir das 14h.

O ano letivo de 2018 começou oficialmente no final de fevereiro para algumas escolas públicas municipais, mas na prática alguns alunos ainda nem pisaram na sala de aula. O grande motivo para que isso ocorra é a falta de transporte escolar, causada principalmente pela falta de pagamento dos motoristas terceirizados.

Thaíse Guimarães tem duas filhas na escola José Gomes Novais na Lagoa das Flores e tem deixado de cuidar da sua plantação, de onde tira o sustento, para levá-las para estudar. “Desde quando começaram as aulas, o ônibus só passou no primeiro dia e de lá pra cá nós estamos à mercê da lama, dos buracos e dos perigos de atravessar a pista”, comenta.

Gilvan Amaral é outro pai que se mobiliza para resolver os transtornos causados pela falta de ônibus escolar. “Tá bastante complicado pra gente, as estradas são uma negação, principalmente quando chove e eu tenho que faltar ao trabalho para trazer. Tem que haver uma solução o quanto antes”, enfatiza.

Mãe protesta no povoado do Pradoso

Do outro lado da cidade, no povoado do Pradoso, a escola Rodrigues do Prado vive uma situação ainda pior: as aulas sequer começaram. “Não começamos as aulas simplesmente por que não tem transporte nem para os professores nem para os alunos”, conta a professora Rose Prado.

Na última sexta-feira (23), a comunidade escolar da Rodrigues do Prado fechou a rua em frente à instituição para chamar a atenção do restante da população. “As crianças e adolescentes estão protestando para ter aula. É um absurdo o prefeito se prontificar a dizer que não tem verba para pagar os motoristas…”, afirma Renata Rodrigues, mãe de aluno.

Alunos protestam no povoado do Pradoso

A Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista foi procurada pela Revista Gambiarra no dia 22 de março, no entanto ainda não se posicionou sobre o assunto.

Foram convidados para a audiência o Ministério Público Estadual e Federal, Defensoria Pública, Secretaria Municipal de Educação, Sinserv, SIMMP, além de representantes do poder executivo.

A Bancada de Oposição pede esclarecimento da prefeitura municipal sobre a situação do transporte escolar municipal. Segundo denúncias, algumas escolas da zona rural ainda não iniciaram o ano letivo de 2018 devido ausência de transporte para o deslocamento de alunos e professores.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *